sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Concrecoisa Sorte


A palavra sorte causa estranheza.
Muitos acreditam nela.
Tem também os céticos, os contrários, o que é normal.
Eu acredito na sorte, porque ela atua dentro da sincronicidade das coisas da vida.
Sorte é um pouco de espiritualidade.
É um ingrediente da competência. Faz parte da profusão do saber.
A letra esse, que centraliza a força da Concrecoisa Sorte, é o ponto irradiador da sincronicidade da inesperada e bem-vinda sorte.
O cantor Fernando Mendes, em uma de suas obras clássicas, em 1976, disse que “sorte tem quem acredita nela”.
E é verdade, pura verdade!
Para quem acredita na sorte, digo:

Sua
Sorte
Sorri
Segure
Sempre

Quando a sorte chega, de surpresa, mansamente ou como um raio, temos que segurá-la sem aprisioná-la, pois quem aprisiona acaba perdendo-a.
Dei asas à minha sorte.
Como bumerangue, ela sempre volta ao porto de minha esperança e nunca me desampara.

3 comentários:

  1. Valeu. As concrecoisas continuam reinventando o gostar de viver. Obrigado pela visita.

    ResponderExcluir