sexta-feira, 5 de junho de 2015

Concrecoisa Chuvaimedo

O medo de se molhar faz morada na parte seca da vida.

Parte esta que teme o que a água possibilita.

Que é o lavar.

Quando a chuva cai.

Ela lava tudo.

Primeiro ela lava a si mesma.

Depois lava a terra e os seres vivos.

E quando a chuva lava o interior de cada ser humano.

Ela batiza-o para sempre com a iluminação inexplicável das forças superiores.

Neste momento de iluminação transcendental.

Quando a chuva cai e o medo vai.

A veste encharca e na pele escorre o medo de se molhar.

2 comentários:

  1. Como vai o amigo, não nos falamos há algum tempo, forte abraço !!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir