sexta-feira, 29 de junho de 2018

Concrecoisa Luz da noite



Luz e escuridão nasceram juntas.

No mesmo instante, mas a vaidade de uma foi de encontro à vaidade da outra.

O protagonismo do protagonismo criou cisão.

Para a escuridão, a vida começava com o olho fechado.

No entendimento da luz, tudo é clarão.

Sem querer tomar partido, a sombra escreveu um haikai autobiográfico com a poeira do infinito:

O escuro diz

A luz não deixa mentir

A sombra sabe

Quando o tempo leu, o passado daquele nascimento instantâneo foi apagado da memória do universo.

E a vaidade perdeu o sentido de ser.

Um comentário:

  1. "Luz e escuridão nasceram juntas."
    "E a vaidade perdeu o sentido de ser."

    ResponderExcluir